Entre os dias 1º e 3 de outubro, o UNICURITIBA realizou, por meio do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Direitos Humanos no Sistema Interamericano (GEDHI), coordenado pela Profª Karla Pinhel Ribeiro, o I Congresso Internacional de Direitos Humanos, sob o tema “Pensando as consequências da cidadania no Meio Ambiente”.

O principal objetivo do evento foi promover o debate com foco em como o exercício da cidadania interfere no Meio Ambiente, buscando evidenciar a importância da temática para a promoção do desenvolvimento sustentável com base no respeito à proteção do Meio Ambiente como um Direito Humano.

Os participantes do congresso contaram com 12 painéis, 6 sessões da Mostra de Animação e Direitos Humanos, apresentações de 3 Grupos de Trabalho e 3 oficinas.

“Convenção sobre Direitos das Pessoas com Deficiência, Pessoas Idosas, Acessibilidade e Educação”; “Produção Audiovisual, Direitos Humanos e Novas Tecnologias”; “Direito, Tecnologia e Meio Ambiente”; “Intolerância e Convivência”; “Exploração de Mão de Obra, Trabalho Escravo e Reforma Trabalhista: um necessário olhar feminino”; “Direito à Alimentação e Agrotóxicos”; “Human Rights Protection in the Field”; “Morar com Dignidade”; “Mudanças climáticas e Refugiados Ambientais”; “Temas Contemporâneos de Direitos Humanos”; “Mulheres no Mundo dos Negócios”; e “Saúde Mental e Direitos Humanos” foram os conteúdos abordados nos painéis.

As palestras foram ministradas por convidados das mais diversas áreas do conhecimento, como Administração, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Arquitetura e Urbanismo, Design, Direito, Engenharia Civil, Psicologia e Relações Internacionais: Ricardo Tadeu Marques da Fonseca, Marcelo Conrado, Ana Paula Holtz, Eloy Fassi Casagrande Junior, Sandra Regina Fergutz dos Santos Batista, Prof. Luiz Eduardo Gunther, Carolina de Souza Walger, Thales Mendonça, Conor Foley, Olenka Lins e Silva Martins Rocha; Victor Marchezini, André de Carvalho Ramos, Bruna Caixeta e Marcelo Kimati.